segunda-feira, 20 de outubro de 2008

América Latina terá fórum virtual de cultura negra


Site terá informações sobre estudos, pesquisas e estatísticas nas diversas áreas

A América Latina deve ganhar um portal para informações e discussão de iniciativas de valorização da cultura afrodescendente. A proposta brasileira de criação do Observatório Intercâmbios Afro-Latinos foi aprovada esta semana durante o 1º Encontro Ibero-Americano - Agenda Afrodescendente nas Américas.

— É uma proposta de a gente ir sistematizando e disponibilizando nesse site informações sobre os estudos, as pesquisas, sobre as estatísticas nas diversas áreas (da sociedade) e disponibilizando também de forma crescente a contribuição cultural de cada segmento afrodescendente em cada país — explicou o ministro da Cultura, Juca Ferreira, que voltou neste domingo da Colômbia, onde o encontro foi realizado.

De acordo com o ministro, a proposta foi muito bem aceita entre os representantes dos países da América Latina e do Caribe e já existe uma iniciativa para incluir países africanos nesse observatório virtual. Na declaração conjunta assinada pelos ministros participantes, também estão previstas ações para serem desenvolvidas tanto nos países separadamente quanto em cooperação.

Na agenda, constam políticas na área de educação, como o ensino da história e da contribuição dos afrodescendentes; ações para fortalecer a presença da cultura dos negros na sociedade e políticas de fomento ao aumento da produção cultural dessa parcela da população.

— É uma declaração importante, já que é a primeira vez que os Estados Nacionais da América Latina e do Caribe se reúnem para discutir políticas específicas para esse segmento — ressaltou Juca Ferreira.

Um aspecto importante levantado nas discussões, segundo o ministro, é o entendimento de que não há possibilidade de desenvolvimento cultural sem interagir com as outras dimensões, então há um estímulo de se tratar a cultura de forma integrada, transversalmente com outras políticas. Um novo encontro deve ser realizado em Salvador, na Bahia, em 2010.

— Durante esse período nós vamos trocando experiências, eles (os outros participantes do encontro) ficaram muito interessados nas políticas brasileiras, nos resultados das políticas brasileiras — afirmou Ferreira.

Além dos ministros da Cultura e autoridades da América Latina e do Caribe, também estiveram presentes representantes de instituições internacionais, como a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).


Fonte: Ìrohìn

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons