segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Comissário da UE admite preocupação com racismo na Itália


ESTRASBURGO, 6 OUT (ANSA) - O comissário para os Direitos Humanos do Conselho Europeu, Thomas Hammarberg, disse estar "profundamente preocupado", ao ser questionado por jornalistas sobre os recentes casos de intolerância e violência ocorridos na Itália contra pessoas não-européias.
"A xenofobia e os crimes ditados pelo ódio são uma realidade quotidiana em todo o continente europeu e em alguns países, entre os quais a Itália, parecem estar se difundindo", afirmou o comissário.
"Em um clima como esse, os políticos devem prestar muita atenção", disse Hammarberg, assinalando que os membros do governo italiano "jogam com o fogo quando usam as suas plataformas políticas para encorajar e instrumentalizar os preconceitos, mais do que promover os direitos humanos e o respeito para com aquele que são diferentes".
Segundo o comissário, os aliados políticos da Liga Norte, partido de extrema-direita que compõe o governo Berlusconi, deveriam ter condenado mais explicitamente as declarações de alguns expoentes desse partido porque "o seu silêncio corre o risco de legitimar a xenofobia e o racismo".
Hammarberg acredita que "as reações contra o racismo de alguns prefeitos, incluindo o de Roma, do presidente da Câmara, de parlamentares, intelectuais e representantes de Ongs devem ser louvadas", mas acredita que "deve ser feito mais".
Em particular, Hammerberg sugere "perseguir através da lei esse tipo de crime" e "criar uma instituição independente e eficaz para a proteção dos direitos humanos, em modo tal que a situação possa ser monitorada". (ANSA)

Fonte: Ìrohìn


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons