segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Parceiros de Axé: INTECAB




  • ORIGEM

O Instituto Nacional da Tradição e Cultura Afro-Brasileira - INTECAB*, é resultado de um longo processo e emergiu como necessidade nacional , decorrente do intenso movimento internacional promovido pela Conferência Mundial da Tradição dos Orixá e Cultura -COMTOC. Esse processo desenvolveu-se no início da década de 1980, quando chefes religiosos da África , América do Norte , América do Sul (incluindo o Brasil) e Caribe reuniram-se em Nova York , no Caribbean Cultural Center. Estiveram presentes no Encontro Deóscoredes Maximiliano dos Santos , o Mestre Didi, Alapini do Culto aos Eguns (Brasil); o então Reitor da Universidade de Ilê Ifé(Nigéria), Vande Abimbolá; o Ougan Vodun do Haiti Max Bauvoir; o Babalawô Lucumi de Cuba,Julito Collazo; com a colaboração da Presidente do Caribbean Cultural Center, Marta Vega(EUA) e a Coordenadora Geral da Sociedade de Estudos das Culturas e da Cultura Negra no Brasil-SECNEB, Juana Elbein dos Santos (Brasil).
Nessa ocasião foi discutida a possibilidade de intercâmbio a nível mundial da tradição dos Orixá e sua cultura , assumindo esse Encontro de Nova York importância histórica para iniciar o processo contra a fragmentação da religião de origem africana no mundo. Os líderes religiosos decidiram promover Conferências Internacionais , as COMTOCS, para dar continuidade ao processo de intercâmbios. Logo em 1981, realizou-se em Ilê Ifé na Nigéria, a 1ª COMTOC, organizada pelo Departamento de Leitura e Língua Africana da Universidade de Ifé , com apoio do Caribbean Cultural Center e da Sociedade de Estudos das Culturas e da Cultura Negra no Brasil-SECNEB.
A 2ª COMTOC foi realizada no Brasil em 1983 e trouxe para a Bahia os mais expressivos líderes religiosos e intelectuais do mundo ligados a tradição religiosa africana . Essa Conferência aconteceu no Centro de Convenções de Salvador .Já a 3ª COMTOC teve sede em Nova York, em 1986 , no Hunter College, com representantes dos EUA,Caribe,África e uma numerosa e expressiva delegação do Brasil.A participação da delegação brasileira foi um dos pontos altos da 3ª COMTOC, tendo seus integrantes contribuído com 38 comunicações escritas, ilustrações de dança e música sacras, concerto de percussão, exposição coletiva de artistas plásticos e uma exposição individual do Mestre Didi, no Schomburg Center.


  • CRIAÇÃO
A criação do INTECAB foi proposta no Brasil após a 3ª COMTOC, durante o 1º Encontro Nacional da Tradição dos Orixá e Cultura, realizado em Salvador, em agosto de 1987, coordenado por Mãe Stella Azevedo e o Alapini, Mestre Didi.O Encontro contou com a participação de expressivos representantes dos diversos estados brasileiros e suas diversas expressões afro-brasileiras. A proposta de criação do Instituto foi encaminhada para discussão, reflexão e sugestões aos representantes dos estados participantes.
A discussão centrou-se em se o INTECAB deveria ou não abranger a tradição afro-brasileira com todos seus desdobramentos, incluindo a Umbanda e outras correlatas, desde que mantivessem a preservação de seus princípios originais afro-brasileiros. Essa polêmica gerou alegações sobre a legitimidade da participação das diversidades ocasionando a saída daqueles que sustentavam que a instituição apenas congregaria a tradição dos orixá. A reunião continuou na sede da Sociedade de Estudos das Culturas e da Cultura Negra no Brasil -SECNEB, com a coordenação de Deóscoredes Maximiliano dos Santos , Mestre Didi, Alapini, contando com as demais delegações que acordaram com a continuidade da concretização do INTECAB.
Decidiu-se a criação do Conselho Religioso Nacional, que voltou a reunir-se em outubro de 1987, com representantes de cada estado, decidindo-se pela criação do Instituto Nacional da Tradição e Cultura Afro-Brasileira -INTECAB com instalação da Coordenação Nacional na Bahia. Ao mesmo tempo, foram criadas Coordenações Estaduais em cada um dos estados fundadores: Pernambuco, Rio de Janeiro,Maranhão e Minas Gerais. Posteriormente foram criadas as Coordenações Estaduais de São Paulo, Pará, Sergipe e Paraíba.

  • OBJETIVOS
O objetivo principal do INTECAB é preservar os valores espirituais,culturais e científicos da religião tradicional africana no Brasil e seus desdobramentos, aprofundando o intercâmbio a nível nacional e internacionalmente.A instância superior do INTECAB é o Conselho Religioso Nacional, integrado por altos dignatários das comunidades-terreiro da Bahia,Minas Gerais,Rio de Janeiro,Maranhão,Pernambuco,São Paulo,Pará,Sergipe e Paraíba.
O Coordenador do Conselho Religioso Nacional é o Alapini Deóscoredes Maximiliano dos Santos , o mestre Didi, Sacerdote Supremo do Culto aos Ancestrais, e um dos sete membros fundadores do 1º Comitê Internacional da COMTOC. O Conselho Religioso Nacional congrega além dos membro fundadores dois representantes de cada um dos Conselhos Religiosos Estaduais. A partir da sua organização,outros estados brasileiros tiveram seus representantes incorporados ao INTECAB. Para o INTECAB não cabe , no contexto das Américas, pretender superar ou fragmentar as diversas manifestações religiosas herdadas ou emergentes da vertente africana.sem pretender interferir ou misturar essas variáveis da religião tradicional africana - resultante dos diferentes territórios e nações de origem africana e de posteriores elaborações sócio-históricas.O INTECAB propõe absoluto respeito a essa diversidade,sem estabelecimento de hegemonia de nenhuma nação ou das diversas expressões dentro da religião africana . Seu lema: União na Diversidade.
O INTECAB não é uma instituição religiosa de caráter litúrgica, embora composta em sua maioria por integrantes da comunalidade espiritual africano-brasileira, visa a preservação, continuidade e expansão dos valores da tradição, propondo-se a atuar através de aprofundamentos teológicos e litúrgicos, da expansão cultural através de intercâmbios e de trocas de experiências. O INTECAB é um Instituto de caráter deliberativo.A estratégia do INTECAB não possui caráter punitivo,mas sim, de apoiar os valores genuínos que constituem as culturas e religiões africano-brasileiras.

* Instituto Nacional da Tradição e Cultura Afro-Brasileira - INTECAB, faz parte da Comissão Executiva da 4ª Caminhada pela Vida e Liberdade Religiosa.






Faltam menos de 15 dias para 4ª Caminhada pela Vida e Liberdade Religiosa...


Reúna o seu Terreiro, sua Família e seus Amigos
e venha fazer parte dessa história!




Esperamos você lá!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons