quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Benedita tem encontro com Obama

Rio - Antes mesmo de Lula, que tem encontro com o novo presidente dos EUA, apenas em março, a ex-governadora do Rio e atual Secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Benedita da Silva, será a primeira autoridade brasileira a ser recebida por Barack Obama, em encontro previsto para esta quinta-feira (05/02), em Washington. Benedita fará parte de um grupo de líderes negros que pediram encontro com Obama para discutir políticas sociais e raciais.

"Há muitos anos trabalho com o Congresso dos Estados Unidos em políticas sociais e raciais e já fui muitas vezes lá. E agora não vou apenas participar do café da manhã, como também do encontro das mulheres congressistas de 180 países. Haverá uma agenda muito cheia a cumprir, com palestras, debates e outras atividades", disse Benedita, a jornalistas.

A Secretária não revelou qual sua agenda com Obama. Sua atuação como Secretária dos Direitos Humanos ignorou, até aqui, temas considerados incômodos como o desaparecimento do educador Roberto Dellanne, o assassinato de três meninos negros pelo Exército na guerra entre traficantes, no ano passado, em morros cariocas, e a impunidade do assassino do ex-jornaleiro Jonas Eduardo Santos de Souza, morto há dois anos numa agência do Banco Itaú.

Felicidade

Benedita, porém, disse estar “muito feliz” com a possibilidade de apertar a mão de Obama. "Deus me deu esta oportunidade, e estou indo muito feliz da vida. Vou aproveitar para discutir nossos projetos com os congressistas americanos e conhecer as ações de inclusão social deles que deram resultados positivos", disse ela.

A ex-governadora, que já foi ex-lavadeira, ex-vereadora, deputada federal e senadora, também foi ministra do primeiro Governo Lula, até ser exonerada por conta de uma viagem feita a Buenos Aires para participar de um culto da denominação evangélica da qual faz parte. No PT, ela e o ministro chefe da Seppir, deputado Edson Santos, fazem parte do grupo do ex-deputado cassado José Dirceu.

"Os Estados Unidos têm uma história de lutas vitoriosas na área dos direitos humanos e civis e é sempre bom estar ali discutindo essas questões", afirmou a secretária.
Fonte: Afropress

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons