sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Semana da Consciência Negra é comemorada pelos religiosos de matriz africana

A programação inclui sapatada * em protesto contra a visita do presidente do Irã ao Brasil, Mahmoud Ahmadineja e exposição de arte afro-brasileira com o Artista Waldo Monanga, distribuição de material informativo sobre a cultura afro-brasileira e LGBT. *JOGAR SAPATOS em pessoa de cultura islamica é uma das maiores ofensas.

Contato:
Forum Paranaense das Religiões de Matriz Africana
Márcio Marins (41) 9109 1950
Rômulo Barroso Miranda (41) 9804 5029
Confira os horarios na programação abaixo.

Religiões de matriz africana do Paraná lançam Forum estadTenda Dom da Terra / Coletivo de Entidades Negras-PR:
Data: 21 de novembro
Local: Largo da Ordem
Horas – das 9h às19h

Programação: exposição de arte afro-brasileira com o Artista Waldo Monanga, distribuição de material informativo sobre a cultura afro-brasileira e LGBT, sapatada (protesto contra a visita do presidente do Irã ao Brasil, Mahmoud Ahmadinejad) e a partir das 17h samba de roda.

Semana da Consciência Negra é comemorada pelos religiosos de matriz africana com lançamento de forum e série de eventos culturais e educativos
Nota: As religiões de Matriz Africana do Paraná se organizam e lançam Forum estadual com uma série de eventos na semana da Consciência Negra. O lançamento Oficial do FPRMA será no dia 21 de novembro, as 14 horas, no Instituto Edusol, fechando uma semana de eventos realizados em parceria com o Cebras e o Dom da Terra/CEN-PR, Instituições que integram o Forum.

A programação inclui palestras, exposição dos orixás e objetos dos cultos de matriz africana, arte, moda, fotografias, caminhada e conscientização, confira abaixo a programação completa:

Exposição da Consciência Negra – realização FPRMA / CEBRAS/ CNBB:
Data: 16 a 20 de novembro
Local: Mezanino do Instituto EDUSOL – Rua José Bonifácio, 15 – Praça Tiradentes – ao lado da Catedral.
Horas – das 9h às 21h
Programação: palestras, exposição de arte africana, orixás, objetos e adereços, exposição de fotografias.

Caminhada “Pela paz entre os povos” – realização FPRMA/ CEBRAS /DOM DA TERRA
Data: 21 de novembro
Concentração: Praça Santos Andrade – escadaria da UFPR
Chegada: Boca Maldita
Horas – das 9h30
As casas de Candomblé e Umbanda de Curitiba e várias cidades do interior caminham pelo calçadão da XV, acompanhado do afoxé Omo Ijexá, o povo do orixá toma conta da rua e pede por mais liberdade, respeito e paz. Um grito contra a intolerância religiosa e falta de dialogo entres as diferenças.
Tenda Dom da Terra / Coletivo de Entidades Negras-PR:
Data: 21 de novembro
Local: Largo da Ordem
Horas – das 9h às19h
Programação: exposição de arte afro-brasileira com o Artista Waldo Monanga, distribuição de material informativo sobre a cultura afro-brasileira e LGBT, sapatada (protesto contra a visita do presidente do Irã ao Brasil, Mahmoud Ahmadinejad) e a partir das 17h samba de roda.

Solenidade de Lançamento do FPRMA
Data: 21 de novembro
Local: Instituto Edusol – Ed. N. S. da Luz, Rua José Bonifácio, 15 – Praça Tiradentes – ao lado da Catedral.
Horas – 14 horas
Programação: Coquetel de Abertura, Solenidade Oficial de Lançamento, samba da Roda na Tenda Dom da Terra/CEN-PR.


RELIGIOSOS DE CANDOMBLÉ E UMBANDA LANÇAM FORUM PARANAENSE DAS RELIGIOES DE MATRIZ AFRICANA
A criação do Fórum Paranaense das Religiões de Matriz Africana – FPRMA, nasceu por iniciativa de um grupo de religiosos que durante as discussões de criação do Fórum Nacional das Religiões de Matriz Africana, por ocasião da Segunda Conferencia Nacional de Promoção da igualdade Racial – II CONAPIR, em junho de 2009, quando foi orientada a instituição dos Fóruns estaduais, visando propor formas de contribuir para a solução de problemas existentes nas comunidades de Religiões de Matriz Africana.Será dia 21 de novembro, sábado, às 14 horas, no auditório do Instituto Edusol, o lançamento oficial do Forum Paranaense das Religiões de Matriz africana – FPRMA. A programação começa de manhã, com a Caminhada Paz entre os Povos, para marcar o dia Nacional da Consciência Negra – evento realizado pelo CEBRAs em parceria com o FPRMA, saindo da praça Santos Andrade em direção à Boca Maldita, logo após no Instituto Edusol será realizada a cerimônia oficial de lançamento do FPRMA e fechando a programação será realizado um samba de roda na Tenda do Dom da Terra/CEN-PR no Largo da Ordem, onde durante todo o dia haverá ações de conscientização e mostra de artes afro-brasileiras


A criação do Fórum nasceu por iniciativa de um grupo de religiosos que durante as discussões de criação do Fórum Nacional das Religiões de Matriz Africana, por ocasião da Segunda Conferencia Nacional de Promoção da igualdade Racial – II CONAPIR, em junho de 2009, quando foi orientada a instituição dos Fóruns estaduais, visando propor formas de contribuir para a solução de problemas existentes nas comunidades de Religiões de Matriz Africana.

O FPRMA constituí-se numa instância de caráter deliberativo sem fins lucrativos, reforçando seu potencial de articulação e representatividade para o apoio à implantação de políticas públicas de inclusão social e promoção das comunidades de Religiões de Matriz Africana em âmbito estadual e pretende mobilizar expressivo grupo de Ilês, Terreiros, Tendas, Abassás, roças, instituições e indivíduos.

O FPRMA é atua na promoção e defesa das religiões de matriz africana, se estabelecendo como um espaço de discussão, planejamento e acompanhamento e tem por finalidade:
· Valorizar a tradição e história oral, preservando as riquezas culturais e a memória coletiva;
· Incentivar a Pesquisa e história de Lideranças afro-religiosas propiciando organização de acervo, sensibilizando educadores e/ou profissionais em educação para que seja incluída em projetos pedagógicos a temática étnico-racial religiosa;
· Fortalecer a auto-estima das crianças e adolescentes afro-descendentes religiosos, incentivando-os na busca do conhecimento de suas raízes;
· Contribuir no processo de resgate de auto-estima e identidade do povo negro impondo barreiras frente a intolerância Religiosa e racial;
· Respeitar aos mais velhos, valorizando sua memória e sabedoria na preservação da cultura e história ancestral;
· Consolidar as comunidades de Religiões de Matriz Africana como espaço de resistência, vida, saúde, acolhimento e cuidado com o outro, resgatando desta forma seu verdadeiro papel na sociedade;
· Mobilizar a Sociedade em torno do tema Religiões de Matriz Africana;
· Fortalecer redes sociais regionais, nacionais e globais na ótica das Religiões de Matriz Africana;
· Contribuir para a difusão de informações sobre os diferentes aspectos do tema para os integrantes do FPRMA;
· Sensibilizar a opinião pública para questões relacionadas Às Religiões de Matriz Africana através dos meios de comunicação;
· Identificar e articular diferentes ações da sociedade organizada em nível nacional e internacional com o sentido de influir nas políticas públicas que interfiram na prática das Religiões de Matriz Africana garantindo a eficácia do poder público;
· Propor diretrizes e metas para a construção e implementação de uma Política de Respeito, Preservação e Divulgação das Religiões de Matriz Africanas em todos níveis de governo e sensibilizá-los para que as tornem prioridades por meios dos Fóruns de Religiões de Matriz Africana e participação em Conselhos, fortalecendo a temática na agenda política;
· Acompanhar e analisar políticas e ações públicas regionais, nacionais e internacionais, que guardem relação direta e indireta com a prática religiosa dos ritos e cultos das Religiões de Matriz Africana;
· Apoiar políticas e ações de promoção das Religiões de Matriz Africana;
· Estimular o desenvolvimento de ações locais/municipais de promoção e da importância social das comunidades e espaços das Religiões de Matriz Africana;
· Estimular a formação de fóruns e/ou outras formas de articulação da sociedade civil sobre o tema em nível local e regional;
· Estimular a participação em Conselhos e outros mecanismos de controle social;
· Colaborar para a capacitação dos atores do FPRMA visando otimizar a participação efetiva da sociedade nos diferentes espaços de gestão pública;
· Denunciar violações ao direito à prática dos cultos das Religiões de Matriz Africana;
· Colaborar para o debate internacional sobre o tema e participar de Eventos, Fóruns e articulações Internacionais e de seus seguimentos e desdobramentos nacionais.

O FPRMA sabe que somente propiciar um diagnóstico não levará à solução das demandas, por isso tem o objetivo de:
Potencializar visão estratégica para o desenvolvimento sustentável das casas de culto de religiões de matriz africana;
Integrar e articular a atuação das instituições públicas, privadas e da sociedade civil no âmbito do Paraná, para a elaboração e execução de projetos de desenvolvimento e de inclusão na sociedade local; estimular o Estado e os municípios a incorporarem em seus orçamentos programas, projetos e ações;
Acompanhar a execução orçamentária das ações governamentais referentes a programas, projetos e ações;
Respaldar as ações dos agentes públicos, privados e da sociedade civil dos municípios, na busca de maior participação nas decisões nacionais de nosso interesse;
Constituir uma carteira de projetos que beneficie as casas de culto;
Promover eventos e pesquisas;
Promover o intercâmbio de experiências sobre o desenvolvimento das casas de culto de religiões de matriz africana em nível estadual, nacional e internacional, envolvendo os agentes institucionais do Paraná.


Quem pode Participar:

Todos e qualquer cidadão que concordar com o Regimento e a Carta de princípios do FPRMA.

As participações podem ser individuais ou institucionais, só tendo direito à voto as instituições.

Toda casa de candomblé, umbanda ou outra religião de matriz africana, tem direito a lugar e voto no FPRMA.

Para participar do FPRMA, basta procurar a secretaria do Fórum através do correio eletrônico: secretariafprma@gmail.com.br e solicitar a ficha de adesão.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons