terça-feira, 15 de dezembro de 2009

MPT participa de audiência para debater inclusão de negros e mulheres no setor supermercadista


O tema “As oportunidades para trabalhadores negros e mulheres no acesso, ascensão e remuneração nos supermercados” foi debatido em audiência pública realizada nesta terça-feira (15), no Senado Federal. A audiência pública, promovida pelo senador Paulo Paim e realizada pela Comissão de Direitos Humanos do Senado, atendeu a requerimento feito pelo procurador geral do Trabalho, Otavio Brito, que participou do evento.

Uma das metas da Gestão Estratégica do Ministério Público do Trabalho (MPT) é a promoção da igualdade de oportunidades no mercado de trabalho. A audiência pública, que reuniu representantes de importantes grupos do setor supermercadista brasileiro, serviu para debater e expor propostas necessárias para a inclusão de negros e mulheres nas relações de trabalho e posições de chefia. “Nós temos que reconhecer o problema da discriminação racial e de gênero nas relações de trabalho e conclamar as empresas a trilharem o caminho da promoção da igualdade”, afirmou o procurador geral do Trabalho, Otavio Brito.

Otavio Brito ressaltou a bem sucedida experiência de inclusão de negros e mulheres nas relações de trabalho do setor bancário, com importante participação da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), que se dispôs a executar ações fundamentais para a promoção da igualdade, como admissão de negros, ascensão de negros e mulheres a posições de chefia, e inserção de pessoas portadoras de deficiência.

A consultora jurídica do Grupo Pão de Açúcar, Ilza Aparecida, o gerente de relações institucionais do grupo Walmart, Airton Souza, e o diretor executivo do Grupo Carrefour, Moriel Landim se comprometeram a comparecer a outros encontros e firmar ações que promovam mais igualdade nas relações de trabalho dentro dos grupos que representam. Além disso, sugeriram que a Associação Brasileira de Supermercados (Abras) seja mais uma vez convidada a participar de outros debates a fim de que as propostas do MPT incluam outras redes de supermercados, abrangendo todo o país.

O diretor executivo da Educafro (Educação e Cidadania de Afrodescendentes e Carentes), frei David Santos, o vice-presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Lourenço do Prado, e o presidente da Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 10ª Região, Gilberto Augusto Leitão, também participaram da audiência pública.

Fonte: MPT

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons