terça-feira, 20 de julho de 2010

Mãe Jaciara vai coordenar o projeto Mulheres da Paz


Jaciara Ribeiro dos Santos, a Mãe Jaciara, foi empossada no cargo de coordenadora do projeto Mulheres da Paz, em clima de celebração, que reuniu artistas, religiosos e lideranças do movimento social negro baiano. A solenidade foi realizada nesta terça-feira, 20, no auditório da Superintendência de Construções Administrativas da Bahia (Sucab), no Centro Administrativo. “Felizmente pude viver para ver uma ialorixá tomar posse num cargo público em nosso Estado. Isso só foi possível porque temos governos, federal e estadual, comprometidos com as questões sociais, étnicas e culturais. Mas é também graças aos nossos ancestrais, que molharam este chão de sangue, que estamos vendo este reconhecimento”, ressaltou na cerimônia de posse, a secretária Estadual de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza, Arany Santana. Prevenção e erradicação da violência O projeto Mulheres da Paz faz parte das ações do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci). Na Bahia é realizado em parceria com o Governo do Estado, por meio da Sedes. São 700 mulheres trabalhando na mediação de conflitos em famílias onde há jovens que vivem à beira da criminalidade ou que já tiveram problemas com a lei, nos municípios de Salvador, Lauro de Freitas, Camaçari e Simões Filho. Com essa ação, o Pronasci aposta na prevenção e no enfrentamento à violência, atuando por meio de ações sociais junto a jovens de 15 a 24 anos, em situação de vulnerabilidade social, das áreas metropolitanas do país. Mãe Jaciara Filha de oxum, iniciada no Candomblé há 23 anos, Jaciara Ribeiro dos Santos, começou uma caminhada longa na luta contra a intolerância religiosa, participando de seminários, realizando palestras e viagens por diversos estados brasileiros, defendo a causa da comunidade de candomblé e a causa do povo negro. Para ela, assumir a coordenação de um projeto federal é um ato de inclusão, de saída da invisibilidade imposta historicamente ao povo das religiões de matriz africana. “O trabalho social desenvolvido pelo projeto se assemelha ao trabalho que é feito dentro do terreiro, que é de acolhimento, de cuidado e de zelo pelas pessoas, não só no plano espiritual, mas também em suas necessidades e problemas físicos e sociais”, comentou. Mesmo sendo uma ialorixá, Mãe Jaciara diz ter consciência de que o estado é laico e que vai ser importante trabalhar com mulheres de todas as religiões. As “mulheres da paz” também comemoraram a nova coordenação. Uma das integrantes presentes ao evento, Anatalícia dos Santos, fez votos para que a nova gestora leve sua experiência para somar com a Sedes. “Acredito no sucesso dela à frente do cargo, não porque é uma ialorixá, mas pelo seu caráter, competência e capacidade como mulher”, apostou.

Fonte: SEDES

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons