sábado, 21 de agosto de 2010

Cota social na UFRJ: Educafro ameaça recorrer ao Ministério Público


A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) definiu ontem o percentual de vagas para a cota social do vestibular 2011, aprovada na semana passada. A política de inclusão atingirá 20% (ou um quinto) dos candidatos. A iniciativa beneficia estudantes das redes municipal e estadual do estado do Rio e da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec).

Coordenador da ONG Educafro, frei David afirma que a restrição ao estado do Rio é inconstitucional e que recorrerá ao Ministério Público Federal para derrubá-la:

— A Educafro comunica que, em 30 dias, entrará no MPF contra essa restrição. Quer dizer que o rico pode vir de qualquer lugar do país e o pobre de outros estados não pode ser incluído?

A proposta vencedora, do reitor Aloisio Teixeira, foi aprovada por 20 votos a 18 — a outra sugeria 35%. Os alunos serão classificados pela nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As demais vagas serão assim preenchidas: 40% pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), também baseado na nota do Enem; e 40% pelo vestibular, que na primeira fase levará a nota do Enem e na segunda terá uma prova discursiva.

Federais ficam de fora


Na sessão extraordinária desta quinta-feira, o conselho universitário (Consuni) decidiu não estender a cota aos estudantes de colégios federais (como o Militar e o Pedro II) e de aplicação (incluindo o da própria UFRJ), que já apresentam bom desempenho nos vestibulares. O critério de corte por renda (de até um salário mínimo) também foi retirado da proposta.

O ministro da Igualdade Racial, Eloi Ferreira de Araújo, demonstrou insatisfação com a aprovação.

— Esse percentual não tem base científica. A menos que haja 20% de pretos, pardos e pobres no estado.

Para Aloisio Teixeira, a UFRJ usou de cautela.

— Não depende de nossas decisões acabar com o racismo ou com a desigualdade. Temos de ser responsáveis. Temos de saber como a universidade reagirá à medida.

Na próxima semana, o Consuni decidirá detalhes da ajuda financeira que a UFRJ destinará aos alunos da cota social.

Fonte: Jornal Extra

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons