domingo, 14 de novembro de 2010

Good Hair ft. Chris Rock: Official Trailer



http://www.goodhairmovie.net





Quando eu estava na sétima série, minha mãe inventou de alisar meu cabelo.
Virou capacete. Eu passei a ser capacete na sala(...)

(...)Lá em casa escovinha era a regra. Minha mãe gastava horrores toda semana.
Era ela, minha irmã e eu pra escovar os cabelos. Tinha que fazer. Aí quando eu entrei pra universidade, comecei a aprender outras coisas, outro mundo. Foi a mudança mesmo. Teve um processo. Comecei a fazer tiara, depois fiz trancinha nele todo e eu não agüentava. Meu cabelo era muito feio, as pontas quebradas. Eu fiquei uns oito meses só fazendo tiara, sem alisar o cabelo. Aí faltou grana e eu disse a minha mãe que ia fazer um rasta e ela disse que não, não. Ela não queira de jeito nenhum que eu fizesse. Ela dizia que ia feder, que ia mofar, que era feio. Minha vó, meu pai, ninguém queria... Eu fui e fiz. Foi a primeira vez que eu decidi o que fazer com meu cabelo. (Andressa)

Até uns sete anos, época que eu fiquei com minha vó, antes de passar uma temporada com meu pai, usava o cabelo grande, natural, bem crespinho. Minha vó fazia Chiquinha, ficava parecendo um urso, ou uma trancinha, ou partia o cabelo no meio e fazia duas tranças raiz, uma de cada lado.(...)
(...)Eu tenho um tio que tem sim (envolvimento com movimento social). Ele se casou com uma mulher super ativista no movimento negro. Até um mês atrás ela tinha um salão afro lá no CONIC. Eles são bem ativistas, mas é só. O resto da minha família não tem essa identidade, não tem essa história assim. Tem muito aquela coisa de usar cabelo alisado, hené, nossa eu lembro de todo processo, pente quente, de bobbies, escova, esses produtos pra alisar cabelo... E eu nunca gostei dessa estética de cabelo alisado. Isso realmente é uma coisa que sempre me incomodou. Quando eu tava na adolescência que eu retirei o canekalon, foi a primeira vez que passei um produto no cabelo. Eu gostei porque não deixou liso, sabe? Mas com a história de ir retocando, retocando, o cabelo foi ficando mais liso e eu não gostava. Então eu criei uma concepção de que a minha opção era usar o cabelo trançado. (Ana Carolina)

Trechos do trabalho Mulheres Negras e Cabelos Trançados: figuras de resistência
clique aqui para ler na íntegra..

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons