terça-feira, 9 de novembro de 2010

Rio de Janeiro: mês da consciência negra tem programação especial

Em homenagem ao Mês da Consciência Negra, o Oi Futuro montou uma programação especial.

Oi Futuro e a Consciência Negra

Entre os dias 1º e 28 de novembro, o centro cultural em Ipanema, no Rio de Janeiro, oferece atrações de cinema, fotografia, música, dança e teatro, sempre com a participação de artistas brasileiros e internacionais, de países como Angola, Portugal, Cabo Verde e Guiné Bissau. Dentro da programação Encontros Culturais de Língua Portuguesa, no Oi Futuro em Ipanema, acontece, até o dia 7 de novembro, a Mostra Arte Sem Fronteiras, com espetáculos de dança e teatro. De 9 a 14 de novembro, o IV Encontro de Cinema Negro mostrará a cinematografia produzida por africanos e afro-descendentes.

O encontro vai revelar, em um conjunto de debates e obras da mesma arte, mas de procedências, linguagens e formatos variados, os ecos da origem comum e as múltiplas feições da expressão cultural de um povo. O Hip Hop Celebra exibe vídeos e shows que expressam o movimento e a cultura Hip Hop, além de debates sobre o mercado e a indústria
Indústria é toda atividade humana que, através do trabalho, transforma matéria-prima em outros produtos, que em seguida podem ser, ou não, comercializados. De acordo com a tecnologia empregada na produção e a quantidade de capital necessária, a atividade industrial pode ser artesanal, manufatureira ou fabril.
alternativa e criativa da música, de 16 a 19 de novembro.


No dia 20, a exposição Negra Cor toma conta do espaço cultural em Ipanema. O projeto é uma experiência sensorial. O fotógrafo Berg Silva, com a direção de arte do artista plástico Raimundo Rodriguez, cria um universo mítico. Um universo barroco contemporâneo, onde divindades fantásticas, as guerreiras Negra Cor se materializam, iluminadas, belas, cativantes e instigantes, prontas a defender o seu espaço neste labirinto onde todos somos Teseu.

De 23 a 25 de novembro, o evento Consciência em Poesia reúne em recorte, a cena cultural afro-brasileira contemporânea, representada por artistas do eixo Rio - São Paulo, que unem versos e ritmos, onde sonhos se traduzem em palavras, o desejo evoca ancestralidades e o atabaque toca poesia, com encenações da vivência afro-brasileira. Já de 26 a 28 de novembro, o palco do centro cultural em Ipanema apresenta, pela primeira vez no Brasil, shows do cantor congolês Baloji, que lança no país o seu segundo álbum, Kinshasa Succursale, com a participação especial dos artistas brasileiros Zezé Motta e Marcelo D2.

O Oi Futuro tem a missão de democratizar o acesso ao conhecimento para acelerar e promover o desenvolvimento humano. O principal foco das ações do instituto de responsabilidade da Oi é a promoção de um futuro melhor para os brasileiros, reduzindo distâncias geográficas e sociais. Os programas Oi Tonomundo, Oi Kabum! (escolas de arte e tecnologia), NAVE e Oi Novos Brasis atendem 600 mil crianças e jovens, desenvolvendo metodologias educacionais inovadoras, promovendo a inclusão digital e fornecendo conteúdo pedagógico para a formação de professores e educadores da rede pública.

O termo banda larga pode apresentar diferentes significados em diferentes contextos.
A recomendação I.

a mais de 40 mil escolas públicas, beneficiando cerca de 26 milhões de alunos. Na área cultural, O Oi Futuro atua como gestor do Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados, mantém dois espaços culturais no Rio de Janeiro (RJ) e um em Belo Horizonte (MG), além do Museu das Telecomunicações nas duas cidades. O Oi Futuro apóia, ainda, projetos aprovados pela Lei de Incentivo ao Esporte. A Oi foi a primeira companhia de telecomunicações a apostar nos projetos sócio-educativos inseridos na nova Lei.

Fonte: Geledés

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons