sábado, 19 de março de 2011

Leia e assista à íntegra do discurso de Michelle Obama

A primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, chegou às 11h35 deste sábado (19) no restaurante Oca da Tribo, em Brasília, junto com as filhas Sasha e Malia, para assistir às apresentações do grupo de capoeira Raízes do Brasil e do grupo de percussão Batalá, formado somente por mulheres.


Leia o discurso de Michelle abaixo:


"Olá a todos, bom dia. 'Bom dia' é tudo que sei falar em português. Muito obrigada pela calorosa recepção. Gostaria de agradecer à Raquel por essa apresentação maravilhosa. Ela é, sem dúvida, motivo de orgulho para os jovens deste país, para o mundo. Vamos aplaudi-la novamente, por favor. Eu também gostaria de agradecer Tânia Cooper Patriota que está aqui conosco, assim como Gisella por estar hoje aqui conosco atuando como mestre de cerimônia. Não vou me estender muito porque quero ver tudo que prepararam para nos apresentar. Quero que minha mãe e minhas filhas e a madrinha das minhas filhas vejam tudo que este país tem a oferecer.

O presidente Obama e eu temos muito orgulho e estamos muito honrados de estar aqui no Brasil reafirmando a amizade e a parceria entre as nossas duas nações. Estamos especialmente entusiasmados com a presença da nossa família aqui conosco, uma oportunidade rara de viajarmos todos juntos. Geralmente quando o presidente e eu viajamos nossas filhas estão em aulas, onde deveriam estar agora, mas elas estão em férias, então puderam vir e estão muito animadas. É uma grande honra e um privilégio estar com nossas filhas conosco e vê-las bem recebidas por vocês.

Nos últimos anos, meu marido e eu tivemos a sorte de poder viajar o mundo todo e conhecer pessoas impressionantes na nossa jornada, e para onde quer que viajemos, uma das nossas atividades favoritas é visitar jovens como vocês. Nós dois nos comprometemos a incluir isso em nossas agendas extremamente atribuladas. Os EUA e o Brasil são duas das maiores economias e democracias do mundo ocidental. Nós sempre acreditamos que o futuro das nossas duas nações depende não apenas das relações entre presidentes e primeiros-ministros, mas depende também das relações entre os nossos povos, sobretudo entre nossos jovens, de onde se origina a comunicação principal que se dará com a ajuda de todos vocês.

Por isso sempre acreditei que é importante que jovens em todo mundo possam desenvolver esses laços de amizade em todo o mundo, a aprender diferentes idiomas, não sejam como eu. Eu só sei falar “borboleta” em uma língua. Malia e Sasha, vocês têm que aprender a falar “borboleta” em pelo menos 20 línguas. Mas para aprender diferentes línguas e saber o que o mundo tem a oferecer é fundamental sair da zona de conforto e viajar pelo mundo e, sempre que posso, é isso que tenho incentivado os americanos a fazer, a estudar no exterior, aproveitar toda e qualquer oportunidade de viajar. Nem todos nos EUA podem pagar por uma viagem como essa, mas eu tento fazer com que se enxerguem como cidadãos do mundo.

Por isso tenho tanto prazer em ver que tantos de vocês já participaram de programas de intercâmbio com os EUA. Muitos de vocês estão pensando em seguir esse caminho no futuro e eu espero que consigam. No ano passado, na Casa Branca, tive a oportunidade de receber um grupo de brasileiros que estavam participando do programa de Jovens Embaixadores do Departamento de Estado. Sei que alguns deles estão aqui hoje, estou reconhecendo alguns rostos, não me lembro de todos os nomes, mas lembro que batemos um papo muito bom, todos vocês são absolutamente brilhantes, nada tímidos, o que foi ótimo, ninguém estava tímido. Foi maravilhoso recebê-los na Casa Branca, compartilhando suas histórias e ideias, foi de fato um presente maravilhoso recebê-los. Eles foram até meu bairro e eu prometi que viria para o seu bairro, então aqui estou eu, no seu bairro, conforme prometido.

Esta também é uma visita especial para mim porque há não muito tempo atrás eu estava aí, ocupando o lugar que estão agora, não aqui no Brasil, mas em algum outro lugar. Eu já fui jovem há muito tempo e, como muitos de vocês, minha família não era rica. Meus pais são umas das pessoas mais inteligentes que eu conheço, mas não conseguiram concluir a faculdade, não tiveram as oportunidades que eu tive. Não tínhamos muito dinheiro e morávamos num apartamento muito pequeno. É incrível lembrar o quanto aquele apartamento era pequeno. Meu irmão e eu dormíamos no mesmo quarto. Mas o que nunca nos faltou, sem dúvida, foi muito amor.

Sempre fomos cercamos por muito amor, tanto meu irmão como eu, cercados por pessoas que nos amavam profundamente, que nos divertiam, e que nos lembravam o quanto éramos inteligentes e especiais e, acima de tudo, que nos ensinaram que a coisa mais importante era ter uma boa educação. Eu sabia que tinha que estudar muito, sabia que tinha que trabalhar muito, que tinha que permanecer focada, como tantos de vocês são focados, para conseguir alcançar meus sonhos. Não havia nada na minha vida que garantisse que um dia eu viria a ser a primeira dama dos EUA ou que eu estaria aqui hoje falando com vocês.

Cometi erros ao longo do caminho, mas sempre que cometia um erro eu me levantava, sacudia a poeira e seguia em frente. E o presidente Obama, a história do presidente Obama, é muito semelhante a essa, parecida com a de vocês e com a minha. Ele também cresceu sem ter muito dinheiro, não era o melhor aluno da classe. Hoje ele é muito sabido, mas demorou muito tempo para chegar lá.

Aprendi muito tempo atrás que não importa quem você é ou de onde você vem, desde que esteja disposto a sonhar grandes sonhos e de se esforçar ao máximo para alcançá-los e aceitar todos os riscos ao longo do caminho. O importante é saber que tudo é possível. Quero que olhem para mim e vejam que tudo é possível, por isso estou aqui, por isso estou dirigindo minha palavra a vocês. Não há nenhuma razão para que vocês não possam estar aqui no meu lugar no futuro.

Espero que todos vocês continuem se esforçando, que todos vocês continuem apoiando um ao outro, que continuem a trabalhar como uma comunidade, apoiando-se mutuamente, que vocês possam incentivar uns aos outros, que sejam a base uns dos outros, e à medida que caminham, olhem para trás e estendam a mão para alguém e incentive essa pessoa e ajudem outros a chegar lá. É isso que acho que eu estou fazendo, sinto que minha obrigação não é apenas falar aqui com vocês, mas inspirar outros jovens também.

Quero ver tudo que vocês têm a compartilhar conosco, o mundo é nosso cenário. Precisamos de jovens inteligentes e energéticos que vão consertar os problemas do mundo. Vocês estão mais do que prontos, mais do que preparados. Estou muito feliz e muito empolgada com a perspectiva de tudo que vocês mostrarão ao mundo no futuro. Muito obrigada por estarem aqui, muito obrigada por compartilharem tantas coisas e vamos ver tudo que têm a mostrar. Vamos ver danças, o que vamos ver agora?

Muito obrigada, muito obrigada mesmo!"

Fonte: http://g1.globo.com/obama-no-brasil/noticia/2011/03/leia-e-assista-integra-do-discurso-de-michelle-obama.html


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons