quarta-feira, 23 de março de 2011

Racismo: deputado do DEM chama ministro do STF de “moreno escuro”

O ex-governador e deputado Júlio Campos (DEM-MT) provocou polêmica nesta terça-feira (22) ao se referir ao ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Joaquim Barbosa como "moreno escuro" durante uma reunião da bancada do partido.
O deputado defendia a prisão especial para autoridades, como parte da reforma do Código de Processo Penal, que deve ser votada pela Câmara nesta quarta-feira. A certa altura, Campos disse que processos podem cair nas mãos "do moreno escuro do Supremo" – Barbosa é o primeiro ministro primeiro negro do STF.
O líder do DEM na Câmara, deputado ACM Neto (BA), que conduzia a reunião, minimizou o racismo de seu colega. “A frase não pode ser descontextualizada. Quem estava presente percebeu que a frase não teve caráter preconceituoso", disse ACM Neto. Mas outros deputados que estavam presentes – todos do conservador DEM, diga-se – reclamaram da frase.
O próprio Campos admitiu seu ato falho e entrou em contato com o gabinete de Joaquim Barbosa para enviar desculpas. Tudo, segundo ele, “para evitar possíveis constrangimentos e interpretações dúbias".
O gabinete de Barbosa confirmou o telefonema e disse que o deputado se comprometeu a enviar um pedido de desculpas por escrito. Em nota à imprensa, Júlio Campos afirmou que, "quando usou a expressão 'ilustre ministro moreno escuro' em menção ao ministro do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa, foi somente por não lembrar naquele momento o nome do magistrado". Segundo o deputado, não houve interesse de "desmerecer" o ministro com o uso da expressão.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons