sexta-feira, 13 de maio de 2011

SJCDH participou de ato contra homofobia em Simões Filho



O evento que foi realizado nesta quinta-feira (12), às 19h, contou com a presença do Comitê Estadual de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos LGBT, órgão SJCDH. Um gesto simbólico lembrou as vítimas da homofobia no país.

Dezenas de velas foram acesas, na Praça da Bíblia, em Simões Filho, em homenagem as 260 pessoas assassinadas no Brasil vítimas da homofobia. O evento foi realizado nesta quinta-feira (12), às 19h, e contou com a presença do Comitê Estadual de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos LGBT, órgão da Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, que abordou as ações do Estado no combate a esse crime.
O tema do encontro foi Homofobia Mata e é Pecado. De acordo com Rafael Miranda, coordenador do Grupo Contra o Preconceito, responsável pelo evento, o título foi escolhido para mostrar que características cristãs, como amor e respeito, devem ser praticadas por todos em quaisquer circunstâncias. “Ninguém é obrigado a aceitar, mas respeitar o outro é um dever de todo homem”, afirmou Rafael.

Segundo o Grupo Gay da Bahia foram registrados, no ano de 2010, 29 assassinatos no Estado. Para Rafael Miranda, a união de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais é necessária para que o segmento LGBT fortaleça sua representatividade e possa reivindicar de forma mais intensa políticas públicas de promoção do respeito e combate a violência.

O evento contou a presença de representantes do Fórum Baiano LGBT, além de militantes de grupos gays de cidades vizinhas e simpatizantes.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons