segunda-feira, 4 de julho de 2011

Lançamento da Frente Parlamentar em Defesa das Comunidades Tradicionais de Terreiro


No dia 29, ocorreu no plenário 12 do corredor das comissões da Câmara dos Deputados em Brasília, o lançamento da Frente Parlamentar em Defesa das Comunidades Tradicionais de Terreiro. 

O evento sob a coordenação do Gabinete da Deputada Érika Kokay - DF, contou com a participação de vários outros Deputados entre eles a Dep. Janete Rocha Pietá PT - SP, o Dep. Vicentinho PT- SP, devido as atividades parlamentares no dia vários parlamentares passaram pelo plenário dando sua fala de apoio ao movimento, contou ainda com a participação de membros do Movimento Negro, e Religioso entre eles CETRAB e CEN. 

O dispositivo da mesa contou com a participação de membros afro religiosos e da representação governamental Federal e do DF. O destaque ficou com a Iyá Dadá 93 anos que conquistou a todos com sua simpatia e sorriso largo. A abertura ficou por conta de Iyá Sueli que fez a saudação a Esú, Sangô e Oyá. Durante o evento foi levantado a importância de tal movimento para a comunidade religiosa afro e brasileira levando-se em conta a importância de uma maior visibilidade na esfera legislativa naquela casa de leis. Foi levantado também a situação atual de nossa religiosidade em esfera nacional onde casas continuam sendo invadidas, religiosos continuam sendo agredidos verbal e fisicamente. Foi destacado que a solução dos problemas passam primeiro por fazer valer nossos direitos de acordo com que reza a constituição. 


Um dos ricos momentos foi quando Dra. Jô da Coppir DF lembrou de sua origem e falou do seu orgulho de ser filha de quebradeira de coco e lavadeira, hoje a advogada e presidenta da COPPIR DF se coloca à disposição da comunidade afro religiosa para orientar nas ações de impedimento de derrubadas de terreiros na capital. Iyá Patrícia nos contou da trajetória de sua mãe Iyá Lídia de Osun que já há tempos atrás sofreu por parte do governo do DF o mesmo tratamento que muitos hoje recebem tendo suas casas derrubadas sob o manto da intolerância governamental perante às religiões de matriz africana e brasileira. Pai Michael contou um histórico sobre a formação do Foafro - DF e de suas ações. 

O evento contou ainda com uma exposição de fotografias em 3D sobre a comunidade afro religiosa de Brasília e Entorno. Pai Joel de Oxalá (candomblé) e Mãe Dadá (umbanda) fizeram as orações de encerramento.

Essa e outras fotos podem ser verificadas aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons