terça-feira, 5 de julho de 2011

MPF-MA investiga denúncia de racismo contra nigeriano na Ufma

O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF-MA) divulgou nesta terça-feira que investigará o suposto caso de preconceito racial contra um aluno da Universidade Federal do Maranhão (Ufma). O estudante nigeriano Nuhu Ayuba afirma que o professor do curso de Engenharia Química Jorge Clóvis Verde Saraiva lhe ofendeu com palavras e escritos discriminatórios, além de ter lhe dito para voltar para a África que no Brasil somos civilizados.
O MPF-MA pediu à Polícia Federal que abra um inquérito para apurar o possível crime de preconceito racial contra o nigeriano. A requisição solicita ainda a convocação de pelo menos seis alunos da universidade que assinaram o abaixo-assinado que pede o afastamento do professor, a convocação de Nuhu Ayuba, a qualificação e o interrogatório do professor Clóvis Saraiva.
Também foi requisitada uma prova apresentada no processo criminal que foi aberto pelo aluno. O documento teria uma consideração racista feita pelo professor. A perícia grafotécnica determinará se a letra é mesmo do docente.
O ministério fixou o prazo de 30 dias para atendimento da requisição. Após o inquérito policial será avaliado se houve o crime de preconceito racial.
O abaixo-assinado feito pelos alunos da universidade pedindo o afastamento do professor Cloves Saraiva na internet já conta com a adesão de mais de 3,5 mil pessoas. O nigeriano abriu um processo criminal contra o professor, que tentou se justificar, dizendo que o estudante precisa mostrar o seu valor independente da raça.
Em nota, a reitoria da universidade afirmou que o comportamento do docente será considerado lamentável e vergonhoso, caso as denúncias sejam confirmadas, além de ter aberto um processo interno para investigar o caso.

Fonte: 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons