sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

A verdadeira conciliação entre PHA e Heraldo

Abaixo, os termos da conciliação acordada entre Paulo Henrique Amorim e Heraldo Pereira de Carvalho, na 12ª Vara Cível da Circunscrição Judiciária de Brasília, DF, diante do Juiz de Direito Daniel Felipe Machado, em 15 de fevereiro de 2012.

Convém observar:

– retratação não é reconhecimento de culpa;
– não houve julgamento, logo não houve condenação;
– o termo da conciliação – aqui reproduzida – foi assinado por Paulo Henrique Amorim e Heraldo Pereira de Carvalho.

Logo, Heraldo Pereira de Carvalho concorda: a expressão “negro de alma branca” não foi usada com sentido de ofender, nem teve conotação racista.

Ou seja, PHA e Heraldo estão de perfeito acordo neste ponto.

Eis os termos da conciliação:

RETRATAÇÃO DE PAULO HENRIQUE AMORIM CONCERNENTE À AÇÃO 2010.01.1.043464-9 , que reconhece Heraldo Pereira como jornalista de mérito e ético; que Heraldo Pereira nunca foi empregado de Gilmar Mendes; que apesar de convidado pelo Supremo Tribunal Federal, Heraldo Pereira não aceitou participar do Conselho Estratégico da TV Justiça; que, como repórter, Heraldo Pereira não é e nunca foi submisso a quaisquer autoridades; que o jornalista Heraldo Pereira não faz bico na Globo, mas é empregado de destaque da Rede Globo; que a expressão ‘negro de alma branca’ foi dita num momento de infelicidade, do qual se retrata, e não quis ofender a moral do jornalista Heraldo Pereira ou atingir a conotação de ‘racismo’.”



Fonte: http://www.conversaafiada.com.br/nao-me-calarao/2012/02/24/a-verdadeira-conciliacao-entre-pha-e-heraldo/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons