domingo, 28 de outubro de 2012

Sobre quem derrotou Pelegrino.

Tem muitas pessoas amigas, a quem aprendi a ter respeito e que tanto ajudaram na minha formação política e de caráter dizendo que quem derrotou Pelegrino foi o governador. Não foi não. Não posso me permitir jogar a consciência política de tantos atores que eu conheço nas costas de um sujeito, por mais que ele tenha influência política no estado. Quem derrotou Pelegr
ino foi o povo da cidade. Foi o voto de cada indivíduo, de cada sujeito, de pessoas ricas, pobres, brancas, negras, evangélicos, católicos, do candomblé. Das diversas classes, advogados, professores, motoristas de ônibus, policiais, engenheiros, assistentes sociais e tantos outros. Qualquer resposta simplista não responde, distorce.


Quem derrotou Pelegrino foram todos aqueles e aquelas que não entenderam que a luta da classe trabalhadora, dos pretos, dos pobres, das mulheres, dos LGBTs não é conduzida por um indivíduo quem quer que seja ele e por mais importante que possa ser.

Quem derrotou Pelegrino foi cada indivíduo que fez valer o seu direito ao voto e utilizou o seu sufrágio para aquele a quem julgou ser mais pertinente cuidar da nossa tão amada cidade do Salvador.

Quem derrotou Pelegrino foi a máxima antiga de que todo poder emana do povo e por ele deve ser exercido. Quem derrotou Pelegrino foi a democracia, por mais duro que possa ser o momento, por mais doloroso que possa ser para mim ter que dizer isto neste momento, é saber que foi este processo que elegeu ACM. Foi a democracia que permitiu a liberdade de escolha, de decidir.

Foi o pensamento de alguns ou de muitos que voltados para a sua classe, para o seu umbigo, ou para o conjunto, ou o que realmente acredita ser melhor, ou até mesmo pela raiva, mas que decidiram ao votar ou não votar. Foram estes elementos e outros mais que que derrotaram Pelegrino e a responsabilidade é conjunta, não dá para ficar olhando de fora ou se eximindo das escolhas que fazemos e transferindo as nossas responsabilidades. Isto é muito pior, é o não lugar, é o não tenho nada a ver com isto, quando na verdade todas e todos temos.

Cada cidadão de Salvador com direito a voto escolheu e tem responsabilidade com a sua escolha. Foram estes cidadãos, votando branco, nulo, não indo votar ou votando que elegeram ACM Neto e é com eles que quero me encontrar todas as vezes que for necessário lutar para melhorar a minha cidade através de aplausos, manifestações, cobranças ou o que quer que seja. 

Salvador é linda e precisa voltar a sorrir. Pode demorar o tempo que for, aqui é o meu lugar, aqui faço as minhas lutas e aqui, atávico que sou, continuarei defendendo os projetos que acredito ser os melhores para o povo da minha então sofrida cidade.

Marcos Rezende.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons