segunda-feira, 9 de julho de 2012

A “não-candidatura” e a continuidade da luta


A todos e todas aqueles(as) que comigo estiveram nos últimos meses, desde quando iniciei minha caminhada de pré-campanha pela vereança da nossa cidade, Salvador, gostaria de não só informar, como agradecer e - em especial – saudá-los por muitas coisas. De antemão, saúdo ao Coletivo de Entidades Negras (CEN) que no Encontro da Coordenação Nacional em 20
10 tomou uma decisão política de colocar o meu nome para ser avaliado no processo eleitoral e a todo o povo do Axé, Candomblé e Umbanda, que se inquietaram e manifestaram apoio à Campanha “Quem é de AXÉ, vota em Gente do AXÉ”, campanha pensada e articulada pelo Fórum de Religiosos de Matrizes Africanas (FERMA) e que ganhou a cidade, o estado e o país em prol da conscientização do nosso povo de santo em torno da política. Nosso papel e lugar neste cenário está posto como nunca esteve, em minha ampla leitura. E isso é uma grande conquista de todos nós, homens e mulheres de Axé.

Como muitos já sabem, encerro minha pré-candidatura a vereador de Salvador pelo Partido dos Trabalhadores (PT) por conta de critérios e definições intra partidárias que foi amplamente noticiado na imprensa e que aconteceu de maneira traumática depois de já termos o número da nossa candidatura. Fato este que aconteceu há apenas 48 horas antes da convenção partidária devido à política de alianças para ampliação do leque da base política de apoio a candidatura de Prefeito do nosso partido e acabou resultando na não continuidade da nossa corrida eleitoral no ano de 2012. Aproveitamos o ensejo para reafirmar o nosso compromisso a prefeito de Salvador com o candidato Nelson Pelegrino e em sua vice Olívia Santana e informar que continuamos correndo, por muitas outras coisas e Salvador é nossa meta, sempre será! A religiosidade é nossa essência, como o é o fortalecer nossas comunidades, empoderá-las, capacitar nossos jovens e buscar (criar) oportunidades para os que não se abatem e ainda resistem! Tive o grande privilégio de trabalhar este período com pessoas brilhantes como Elival Alves, Jamile Menezes, Jaciara Ribeiro, Ademar Cirne, Márcio Alexandre, Chico Figueiredo, Luís Paulo Bastos, Sheila Assis, Iraildes Andrade, André Santos, Albino Apolinário Noélia Pires, Bigod, Julio Costa, Alisson Santos, Iale Questão, Márcio Goes, Daniele Felício, Lindinalva de Paula, Fernando Assis, Tati Menezes, Natália Cardoso, Alana Rosa, André Via-Impress, Alessandra Pinheiro, Luciane Reis e Diogo Dias algumas pessoas importantes deste coletivo e pessoas de convívio mais cotidiano nesta jornada e que demonstraram altíssima competência e forte amizade. Sim, são amigos e sim são parceiros de caminhada! Estamos juntos sempre! 
Também agradeço a minha família sempre presente nas figuras de meu pai, minha mãe, irmãos, minha noiva, tias, tios e sobrinhos, além dos amigos de infância como Vander Santos, Cláudia Conceição, Elane Peruna, Sayonara Noblat, Alessandro Vinhático, Sidney Martins, Alexandre Albuquerque, Andréa Lúcia de Carvalho, André Portela, Roni Bento, Emerson Mangabeira, Fábio Pereira, Maurício Barbosa, Pedro de Alcântara, Claudionor Conceição, dentre tantos outros e outras, além das lideranças comunitárias que se envolveram de corpo e alma.

Que a nossa cidade saiba bem participar desta corrida que se inicia e que os nossos saibam o quanto nos é caro estarmos onde estamos. O quanto nos é caro reconhecer os avanços e o quanto nos é urgente abrir os olhos ao que nos está colocado. Vamos que vamos, que a Roma ainda é negra e continuará sendo. E nossa!

Marcos Rezende.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons