segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Seppir inaugura casas do Minha Casa Minha Vida em comunidade quilombola de Pernambuco


A atividade fez parte da cerimônia simultânea de inauguração de unidades habitacionais do programa em quatro estados, com a participação da presidenta Dilma Rousseff
A ministra Nilma Lino Gomes representou, na tarde da última sexta-feira (28), a presidenta Dilma Rousseff na cerimônia de entrega de unidades habitacionais do Programa Minha Casa Minha Vida na comunidade quilombola Angico, em Bom Conselho, no estado de Pernambuco, onde foram entregues 141 moradias.
A cerimônia de entrega simultânea de 2.701 unidades habitacionais do Programa Minha Casa Minha Vida ocorreu nos estados do Ceará, nas cidades de Caucaia, Fortaleza e Maracanaú; no Pará, na cidade de Castanhal; no Tocantins, na cidade de Colinas do Tocantins e em Pernambuco, na cidade de Bom Conselho, onde a ministra da Seppir esteve representando a presidenta.
A presidenta Dilma Rousseff, que estava na entrega em Caucaia, no estado do Ceará, afirmou que o programa poderia se chamar “Minha casa, minha vida, meu sonho”, porque permite a muitas famílias brasileiras a realização do sonho da casa própria.
Sobre as casas entregues na comunidade quilombola Angico e as demais políticas públicas voltadas para a população negra brasileira, a presidenta declarou que isto é “um reconhecimento de que nós brasileiros temos de superar definitivamente uma das maiores manchas da nossa história que foi a escravidão. Por isso, fico muito feliz de estarmos aqui com a Nilma, com o prefeito e com a Adenilda (quilombola beneficiária do programa), reconhecendo neste ato a importância do Minha Casa Minha Vida Rural”, afirmou a presidenta Dilma.
A atividade em Bom Conselho contou com a participação do prefeito do município, Dannilo Godoy, da superintendente nacional de habitação rural e entidades urbanas da Caixa, Noemi Lemes, da superintendente regional da Caixa no centro-oeste de Pernambuco, Simone Nunes, do senador Humberto Costa e de várias lideranças locais, entre elas, a vereadora quilombola Márcia do Angico e o presidente da associação quilombola da comunidade do Angico, Brasiliano da Cruz.
“Hoje as casas das comunidades rurais quilombolas do município de Bom Conselho são de alvenaria, antes eram de barro. O povo estava muito carente e chegaram aqui projetos do governo que trazem casa, cisterna, banheiro. Esses projetos são muito importantes. A senhora está de parabéns, presidenta Dilma, por esses projetos que contemplam as comunidades quilombolas de Bom Conselho”, declara o presidente da associação quilombola da comunidade do Angico, Brasiliano da Cruz.
Em sua fala, a ministra Nilma expressa a satisfação em ver cidadãos e cidadãs usufruindo do direito à moradia, um direito que por muito tempo nos foi negado. “Hoje eu fico muito feliz de estar como ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial e estar participando de um governo que, atento e sensível às necessidades da população brasileira, implementa um programa justo, democrático, em que as pessoas conseguirão viver e morar com dignidade com suas famílias. É uma conquista do município de Bom Conselho e da comunidade quilombola Angico”, afirma a ministra Nilma.
Sobre a comunidade Angico
A comunidade quilombola de Angico está situada na zona rural do município de Bom Conselho, no agreste do estado de Pernambuco, e conta com aproximadamente 400 famílias. Na última sexta (28) foram inaugurados os residenciais Angico III, IV e V, onde cerca de 600 pessoas foram beneficiadas com a entrega de 141 unidades habitacionais do Programa Minha Casa Minha Vida.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | JCpenney Printable Coupons